Características do Classicismo

O Classicismo tem como características principais o racionalismo, antropocentrismo, objetividade e a busca pelo equilíbrio. Nas produções artísticas da época do Classicismo é possível notar influências da antiguidade clássica e traços do humanismo. A busca pela perfeição era feita a partir da imitação dos modelos clássicos greco-romanos, nos quais os artistas acreditavam que haviam dominado os ideais de beleza.

Literatura no Classicismo

Os autores do classicismo literário fundamentavam-se na razão para expressar suas emoções por meio da escrita. Buscando sempre o equilíbrio entre razão e emoção, descreviam e tentam alcançar a melhor representação da realidade.

Leia também:

Neste momento os versos deixam de ser escritos com cinco ou sete sílabas poéticas, modelo conhecido como medida velha, e passam a ser decassílabos, ou seja, com dez sílabas poéticas, constituindo a medida nova.

Outra mudança é a introdução do soneto, que possui catorze versos decassílabos distribuídos em dois quartetos e dois tercetos. Um dos mais conhecidos por ter se utilizado deste artificio é o escritor Luís de Camões, mas seu criador foi o poeta italiano humanista Francesco Petrarca.

Principais autores do classicismo

Temos como principais autores do Classicismo:

  • Luís Vaz de Camões com obras como “Os Lusíadas”, “Rimas”, “Filodemo” e “El-ReiSeleuco”;
  • Francisco Sá de Miranda com “Estrangeiros”, “Miranda” e “Poesias”;
  • Fernão Mendes Pinto com os títulos “Peregrinação” e “As viagens e aventuras”;
  • Bernardim Ribeiro, autor de “Menina e moça” e “Cancioneiro Geral”;
  • Antônio Ferreira com a obra “A Castro”, também conhecida como “Tragédia muito sentida e elegante de Dona Inês Castro”;
  • Dante Alighieri com sua obra mais popular “A Divina Comédia”;
  • Miguel de Cervantes com o clássico “Dom Quixote”;
  • Giovanni Boccacio com “Decamerão”.