Classe dos Equinodermos

São animais exclusivamente marinhos, por isso apresentam respiração branquial.

Os eqüino dermos apresentam um endoesqueleto que é recoberto por uma pele fina (epiderme). Se formos traduzir ao pé da letra temos: “equino”, de espinhos e”dermo”, de pele. Então apresentam espalhados pela pele, espinhos duros e móveis.

São animais que pela forma arredondada do seu corpo apresentam simetria radial (como rodas de uma carroça) e são pentarradiados (cinco partes iguais).

Os pés ambulacrais são destinados a locomoção, circulação, respiração e excreção. A água do mar, ao circular pelos canais do sistema ambulacrario, funciona ao mesmo tempo como “sangue” e como regulador da pressão hidráulica, gerando a movimentação dos pequenos pés ambulacrais com ventosas nas extremidades.

A maioria dos eqüino dermos apresentam a capacidade de regeneração, podendo refazer partes perdidas do corpo.

Sua boca localiza-se na parte inferior (face ventral); já o ânus está na parte superior (face dorsal).

Os eqüino dermos têm reprodução sexuada, de fecundação externa, pois o encontro do óvulo com o espermatozóide é realizado na água, apresentando uma forma intermediária larval.

De acordo com a forma do corpo, os eqüino dermos são divididos em cinco ordens, tais como: Asteróides, Ofiuróides, Equinóides, Crinóides e Holoturóides.

Ofiuróides

Também têm a forma de estrela, porém com braços mais longos, finos e maciços. Nadam ativamente, utilizando seus músculos. Como exemplo temos o ofiúro e as ‘serpentes do mar.

Equinóides

Pertencem a este grupo os ouriços do mar(pindá) e as bolachas da praia ou curripio.

Apresentam espinhos duros que são usados para caçar, cavar buracos e até mesmo para se enterrar, mas também são sensíveis capazes de percebe rum simples toque de um fio de cabelo.

Apresentam ao redor da boca uma estrutura de cinco pontas que funcionam como dentes para mastigar(estrelinha que existe quando se quebra uma bolacha da praia).

O currupio ou pata de cavalo não tem espinhos e seu corpo é achatado, variando a cor: branco ou marrom.

Holoturóides

Apresentam corpo cilíndrico e alongado. Gostam de se esconder debaixo de rochas ou no meio das algas. Na parte posterior encontra-se o ânus, que serve para a excreção como também para a respiração. A boca está na parte superior, rodeada por pés ambulacrais. O pepino do mar, quando atacado, contrai o corpo, se torce e seu intestino vem para fora e é comido pelo atacante. Com o tempo o pepino do mar ou holotúria reconstitui o intestino.

Crinódes

Estes eqüino dermos são semelhantes a flores, sendo encontrados até 3.600m de profundidade. A maioria vive fixa a rochas ou outros corpos sólidos. A boca e o ânus ficam na parte superior do disco central, de onde partem os braços. Exemplo: lírio do mar.

Asteróides

Seu corpo é achatado e em forma de estrela com cinco braços de pontas ocas, onde estão os pés ambulacrais.

Vivem na areia do fundo do mar e costumam andar sobre as pedras à procura de ostras, seu alimento predileto.

Por isso os criadores de ostras têm de vigiar muito bem os viveiros, para evitar o ataque das estrelas do mar.

Regeneram- se com grande facilidade, desde que reste 1/5 do disco central.

12345 (1 votes, de: 5,00 out of 5)
Loading...Loading...

Faça um comentário!