Histórico e conceito de célula

O conceito de célula como unidade fundamental da forma e função da estrutura dos seres vivos só pôde ser estabelecido após a invenção do microscópio composto, em 1590. Isso porque a maioria das células tinha dimensões tão pequenas que o olho humano não era capaz de enxergá-las sem o auxílio desses aparelhos de aumento.

Foi assim que, utilizando-se de um microscópio, Robert Hooke pela primeira vez viu, nomeou, descreveu e representou o contorno das células.

Histórico e conceito de célula

Examinando fatias delgadas de cortiça (tecido vegetal morto, também chamado súber), Hooke observou a presença de numerosas cavidades assemelhando-se a urna colmeia. Tais cavidades foram por ele denominadas células. Entretanto, ele não sabia de que maneira essas células se formavam ou que tipos de substâncias as preenchiam em vida.

Ele mostrou também que a estrutura celular não era restrita à cortiça, pois encontrou-a em muitos outros tecidos vegetais. Mais tarde, outros estudiosos e cientistas observaram o conteúdo interno das células, e várias teorias a respeito foram formuladas.

Em 1833, o botânico escocês Robert Brown observou na célula um corpúsculo geralmente arredondado, que foi denominado núcleo. Posteriormente, os naturalistas alemães Schleiden e Schwann verificaram a presença de células em todos os tecidos vegetais e animais. Descobriu-se também que uma célula sempre provém de outra pré-existente.

Com base nesses estudos foi proposta a teoria celular, que diz que todos os seres vivos são formados de células e as células originam-se de outras preexistentes.

Célula é a unidade morfológica de todo ser vivo, isto é, a menor porção de matéria viva que, agrupando-se com outras semelhantes, vai constituir os tecidos. É a unidade fisiológica de todo ser vivo, ou seja, a menor porção de matéria viva encarregada do desempenho das várias atividades necessárias à vida do organismo.

Apoiados na teoria celular, podemos dizer que a célula é a unidade morfofisiológica dos seres vivos.

O estudo das células denomina-se Cito. Em fins do século passado, o biólogo alemão Hertwig propôs a teoria protoplasmática, segundo a qual as células são formadas por um conteúdo vivo denominado genericamente protoplasma. Isso pode ser aplicado a seres que não possuem estrutura celular típica (bactérias e algas azuis) ou a seres acelulares (vírus).

Faça um comentário!