Juízo de Fato e Juízo de Valor

Juízo de Fato e Juízo de Valor – Diferenças

Se escrever: “Está chovendo“, há um enunciando de um acontecimento constatado e o juízo é juízo de fato. Se, porém, falar: “A chuva é boa para as plantas” ou “A chuva é bela”, estará interpretando e avaliando o acontecimento. Nesse caso, profere-se um juízo de valor.

  • Juízos de fato são aqueles que dizem o que as coisas são, como são e por que são. Na vida cotidiana, mas também na metafísica e nas ciências, os juízos de fato estão presentes.
  • Juízos de valor são avaliações sobre coisas, pessoas, situações. São proferidos na moral, nas artes, na política, na religião. Os juízos éticos de valor são também normativos, isto é, enunciam normas que determinam  nossos sentimentos, nossos atos, nossos comportamentos. São juízos que enunciam obrigações e avaliam intenções e ações segundo o critério do correto e do incorreto. Avaliam coisas, pessoas, ações, experiências, acontecimentos, sentimentos, estados de espírito, intenções e decisões como bons ou maus, desejáveis ou indesejáveis. Nos dizem o que são o bem, o mal e a felicidade. Os juízos éticos normativos nos dizem quais sentimentos, intenções, atos e comportamentos devemos ter ou fazer para alcançar o bem e a felicidade. Enunciam também que atos, sentimentos, intenções e comportamentos são condenáveis ou incorretos do ponto de vista moral.

Como se pode observar, senso moral e consciência moral são inseparáveis da vida cultural, pois esta define para seus membros os valores positivos e negativos que devem respeitar ou detestar.

Exemplos



  • Minha indignação diante da violência e da pobreza faz parte de meu senso moral. Uma pessoa querida com uma doença terminal, está viva apenas porque seu corpo está ligado à máquina que a conserva. Suas dores são intoleráveis. Não seria melhor deixá-la morrer? Podemos desligar os aparelhos? Que fazer? Essas perguntas são de minha consciência moral.
  • Saber diferenciar juízo de valor do de fato ajuda o redator a raciocinar e redigir. Numa dissertação, predominam juízos de valor, pois o seu autor está emitindo uma opinião, julgando uma situação (Sistema Uno, com adaptações).

Mais Sobre esse Assunto: