Os escudos cristalinos

Os aforamentos dos escudos cristalinos correspondem a 36% do território brasileiro. São áreas ricas em ocorrências minerais de grande valor comercial. Esses mine mis podem ser não metálicos, como o granito e as pedras piedosas, ou metálicos, como o ferro e a bauxita. Os minerais metálicos são abundantes no Brasil. Encontrados principalmente em rochas que se formaram durante a era Proterozóica, os mais importantes são: o feno, explorado principalmente no Quadrilátero Ferrífero, em Minas Gerais, e na Serra dos Cara já, no Pará; o manganês, cujas principais jazidas situam-se no maciço de Um com (MS) e na Serra do Navio (AP); a extração, porém, é maior em Conselheiro Lafayette (MG) e na Serra dos Carajás (PA); a bauxita, explorada no vale do rio Trombetas, no Pará, e a cassiterita, principalmente em Rondônia e Minas Gerais.

O Brasil é também o nono produtor mundial de usou. encontrado principalmente em Minas Gerais, explorado em minas profundas, e no Pará, onde geralmente é extraído em garimpos clandestinos. Impulsionada pelo Estado, a exploração desses e de outros minérios constituiu um dos pilares que sustentaram o início do processo de industrialização, nas décadas de 1940 e 1950. O marco dessa época foi a criação da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), em Volta Redonda (RJ), em 1941. Todavia, desde os anos 1950, tem crescido gradualmente a participação do capital estrangeiro no setor, especialmente dos Estados Unidos, Inglaterra, Canadá, Alemanha e Japão. Exemplo disso é a atual política de flexibilização dos monopólios estatais, que muitas vezes resultou na privatização de empresas. Foi o caso da Companhia Vale do Rio Doce (CVRD), privatizada em 1997. Esse tema será retomado nos próximos capítulos.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>