Reino Protista – Características

O Reino Protista é composto por seres unicelulares, microscópicos, de vida livre ou parasita, no ambiente aquático. Suas células compõem-se de três partes principais: membrana celular, citoplasma e núcleo.

A célula do protozoário é uma estrutura complexa que consegue realizar, sozinha, todas as funções que todos os tecidos, células e órgãos de um ser pluricelular desempenham.

O núcleo dos protistas é diferente do núcleo dos moneras, pois apresentam um núcleo envolvido por uma membrana, o que lhe dá uma forma definida (eucariontes).

Quanto à nutrição, há representantes heterótrofos (encontram o alimento pronto) e autótrofos (fazem sua comida).

Os protistas compreendem algas inferiores autótrofas: as diatomáceas (crisófitas) e os dinoflagelados (euglenófitas e pirrófitas). Os protozoários são protistas heterótrofos.

cílios e flagelos para a locomoção nas células dos protistas. Suas membrana podem ser simples ou reforçadas por capas externas compostas de proteínas ou, ainda, por carapaças minerais.

Dinoflagelados

Os dinoflagelados ficam dentro de uma carapaça de celulose e costumam ter dois flagelos. A maioria vive no mar, onde algumas espécies são conhecidas pela fosforescência que emitem.
Esse fenômeno de produção de luz (bioluminescência) oferece um espetáculo à noite, quando pode ser melhor observado. Outros eliminam substâncias tóxicas capazes de provocar a morte de peixes.

Diatomáceas

As diatomáceas são muito mais abundantes nos mares e algumas até formam colônias. Seus corpos são protegidos por uma carapaça de silica. Quando as diatomáceas morrem, a carapaça cai no fundo do mar, formando assim grandes depósitos com muitos metros de espessura. Já quando vivas, são a base principal de muitas cadeias alimentares aquáticas.

Plâncton

Os protozoários fazem parte do plâncton, seres que vivem na superfície da água dos rios, lagos e oceanos. No plâncton distinguem-se dois grupos de organismos: os fitoplânctons, que são organismos produtores, base da da cadeia alimentar nos mares e lagos e responsáveis por mais de 90% da fotossíntese no planeta. Os zooplânctons são organismos consumidores, representados, em sua maioria, por protozoários, pequenos crustáceos e larvas de peixes e muitos invertebrados.