Vegetação de clima tropical Mata Atlântica

O clima tropical úmido favorece o desenvolvimento da Mata Atlântica, também chamada de floresta úmida de encosta ou floresta tropical. Ocorre, sobretudo, nas encostas próximas ao litoral, estendendo-se desde o Rio Grande do Norte até o Rio Grande do Sul.

Caracterizada pela sua imensa biodiversidade, a Mata Atlântica abriga muitas espécies vegetais que também prosperam na Floresta Amazônica. No entanto, essa magnífica formação florestal está seriamente ameaçada: levando-se em conta o atual ritmo de desflorestamento, a cada quatro minutos uma área equivalente a um campo de futebol desaparece em menos de uma década, e estará completamente extinta nos locais situados fora dos limites de parques e reservas.

Nessa área, além da floresta propriamente dita, destacam-se ainda as formações vegetais encontradas à beira-mar: os mangues e a junho. Os mangues são formações muito comuns em áreas onde desaguam rios, pois a mistura de águas doces com salobras exige o desenvolvimento de mecanismos de adaptação das espécies (também chamadas mangues), como raízes aéreas. São plantas hidrófilas, pois estão adaptadas ao ambiente aquático, e também halófilos, ou seja, adaptadas ao elevado teor de sal presente nas águas salobras.

A vegetação junho constitui, em última instância, uma adaptação da Mata Atlântica à elevada salinidade dos solos localizados próximos às praias. Apresenta um aspecto predominantemente arbustivo ou rasteiro, sem o porte exuberante apresentado pelas árvores da floresta propriamente dita.

12345 (4 votes, de: 3,00 out of 5)
Loading...Loading...

Faça um comentário!