» » Fome na África

Fome na África

Cerca de 236 milhões de pessoas que habitam o continente africano sofrem com a fome segundo os dados da Organização para a Alimentação e Agricultura a ONU (FAO). A África é o continente mais afetado pela fome e falta de necessidades de seus habitantes.

Fome na África

Segundo o resultado das pesquisas da FAO, mais de 925 milhões que habitam o nosso planeta sofrem com a falta de alimentos e a más condições de vida. A África é o lugar onde essa falta de comida se agrava muito e aumenta a cada dia mais. Seus habitantes vivem em situações de extrema pobreza e a ausência da comida acaba resultando em um processo colonial em deixou o continente inteiro na situação de miséria, destruição e pobreza extrema.
Para poderem se libertar e ganhar o que merecem, a África se submeteu a diversas guerras que tiveram traços culturais como conflitos internos e várias mazelas deixadas pelo modelo do neocolonialismo. Todos os países que fazem parte do grupo colonizador retiraram da África todas as riquezas, bens e materiais preciosos que possuía nas terras do continente africano, deixando-o ainda mais pobre. Sem contar que, por o país possuir poucos poderes muitos de seus habitantes acabaram virando escravos e sendo deportados para os outros países.

Quando todas as riquezas do continente africano começaram a ficar mais extintas, o continente se tornou terras devastadas e destruídas pelas mãos de exploradores que, mesmo com as poucas riquezas que restaram naquelas terras, outros países resolveram as brigas para conseguir os poucos bens em forma de guerra.

Conclusão

Portanto, a África se tornou o continente que mais sofre com a pobreza e a grande falta de comida, medicamentos, assistência a saúde, moradia e diversas outras coisas que um país deveria ter para que a sua população se estabelecesse sem passar necessidades.


Atualizado em: 20/08/2018 na categoria: História Geral