Regiões Desérticas – Os Desertos

Características Gerais

Deserto é uma área ou região natural com escassa precipitação e cobertura vegetal praticamente reduzida a algumas plantas isoladas. Trata-se de ambientes áridos e inóspitos, embora diversificados. Em geral, são rochosos ou arenosos e com ocupação humana bastante escassa.

As regiões desérticas podem ser quentes ou frias, e quanto à aridez são assim classificadas: extremamente áridas, quando podem passar até 1 ano sem receber chuva. Como exemplo, o Deserto do Saara (quente); áridas, quando apresentam escassa precipitação anual. Por exemplo, desertos de Góbi (frio) e Australiano (quente); semi-áridas, quando apresentam maior precipitação e maior cobertura vegetal em relação às anteriores. Por exemplo, o sertão do Nordeste brasileiro.

Outros Fatores que Caracterizam os Desertos

  • Temperatura – as médias variam de 0 °C ou menos no inverno, a mais de 30 °C no verão. As máximas podem ultrapassar 40 °C ou mais (a mais alta foi de 58 °C no Saara) e as mínimas 0 °C  ou menos, resultando em elevadíssimas amplitudes térmicas;
  • Chuvas – os índices pluviométricos anuais variam muito, podendo oscilar entre O e 500 mm ou mais;
  • Rios – são temporários ou intermitentes, também chamados de odes. Como exceções podemos citar os rios Nilo, na África, e o São Francisco, no Brasil, ambos perenes;
  • Ventos – a atuação de ventos é freqüente e muito marcante. Provocam erosão e acumulação de areia, formando extensas planícies e grandes elevações chamadas dunas ou ergs;
  • Relevo – constituem as planícies, as cadeias montanhosas e os extensos planaltos rochosos denominados amadas (deserto de pedras);
  • Solos – são ricos em sais minerais e pobres em matéria orgânica;
  • Ocupação humana e econômica – a ocupação tradicional é representada por povos nômades e baseia-se na criação extensiva (carneiros, cabras, camelos etc.), na lavoura de jardinagem junto aos oásis e na extração de certos frutos (tâmaras) em alguns casos. A ocupação moderna é feita através da exploração de recursos minerais (ouro, cobre, petróleo etc.) e de evoluídas técnicas de irrigação que têm permitido transformar regiões antes improdutivas em verdadeiros pomares altamente produtivos. Por exemplo, Deserto de Nigel (Israel), Deserto do Cobrado (EUA) e desertos do sul da URSS.

Atualizado em: 27/10/2017 na categoria: Geografia Geral