» » Teoria das Placas Tectônicas – Deriva Continental

Teoria das Placas Tectônicas – Deriva Continental

As placas tectônicas ou placas litosféricas são blocos gigantescos e delimitados que constituem a litosfera, camada sólida externa da Terra. A teoria da deriva continental e das placas tectônicas afirma que há mais de 200 milhões de anos todos os continentes formavam um só, a Pangeia. E foi graças à movimentação das placas tectônicas, que ficam sobre o magma, os continentes foram se separando e até hoje isso acontece, mas em pequena escala.

As placas tectônicas do planeta Terra são: Placa do Pacífico, Placa de Cocos, Placa do Caribe, Placa de Nazca, Placa Sul-Americana, Placa Norte-Americana, Placa Africana, Placa Antártica, Placa Indo-Australiana, Placa Euroasiática, Placa das Filipinas e Placa Indoaustraliana.

Movimento das placas tectônicas

As placas tectônicas constituem partes de continentes e o fundo de oceanos e mares. Elas se movimentam constantemente e essa movimentação acontece sobre o magma do manto. As placas se afastam ou se aproximam e esses movimentos acontecem nas zonas de divergência ou zonas de convergência.

Nas zonas de divergências as placas se afastam uma das outras e nas zonas de convergências as placas se aproximam. A pressão que as placas fazem umas contra as outras é um fenômeno que se divide em subducção ou obducção.

Subducção

A subducção acontece quando uma placa tectônica mergulha sob a outra em virtude do encontro entre as duas. Isso acontece devido à diferença de densidade entre as duas. Sendo assim, a placa é mais densa mergulha sob a placa menos densa.

Obducção

A obducção, chamada de colisão, é o encontro (colisão) entre as duas placas continentais. Esse fenômeno acontece por causa da grande espessura dos dois pedaços que estão colidindo.

Esses fenômenos alteram o relevo e modificam as profundezas do oceano. Os terremotos e os tsunamis também são causados pela subducção ou obducção. Um exemplo ocorreu em 2004, quando esse fenômeno ocorreu no Oceano Índico e provocou um tsunami causando a morte de mais de 230 mil pessoas.

Através de pesquisas com satélites artificiais foi verificado que a distância entre a América do Sul e o Continente Africano é aumentada em 3 cm por ano em virtude dessa movimentação.

Teoria da deriva continental e das placas tectônicas

A Deriva Continental afirma que todos os continentes que existem hoje formavam, há mais de 200 milhões de anos, um supercontinente chamado de Pangeia. Essa massa de terra firme se separou justamente devido à movimentação das placas tectônicas até chegar ao formato do Mundo Moderno como conhecemos através dos mapas atuais.

Atualizado em: 20/08/2018 na categoria: Geografia Geral