» » Corrida Armamentista

Corrida Armamentista

Corrida armamentista é o nome dado à competição entre dois países em relação ao poder de fogo e armamento, onde cada país quer se armar mais como forma de se proteger do outro, e o outro se arma ainda mais para se proteger daquele primeiro que possui maior armamento, gerando uma competição que se forma cíclica, com potenciais impactos destrutivos, como a emergência de conflitos e guerras.

O maior exemplo que temos de Corrida Armamentista na história mundial é a Corrida Armamentista que ocorreu logo após a Segunda Guerra Mundial, durante o período conhecido como Guerra Fria.

Ela ocorreu entre os Estados Unidos da América e a União Soviética, dois doas países aliados que saíram como vencedores da Guerra, mas possuíam interesses conflitantes e objetivos divergentes em relação ao manejo pós -guerra dos países derrotados.

A corrida Armamentista na Guerra Fria

A corrida armamentista que ocorreu durante o período conhecido como Guerra Fria se deu pela disputa de poder, que representava basicamente a competição entre o socialismo, representado pela União Soviética, e o capitalismo, representado pelos Estados Unidos da América.

Essa disputa aconteceu de forma velada, indireta, sem resultar em conflito direto. Ambos os países buscavam superar o outro tanto em termos de poderio bélico, quando em relação ao desenvolvimento econômico e principalmente tecnológico.

No mesmo tempo em que essa disputa trouxe diversas evoluções tecnológicas, como a construção de foguetes espaciais que permitiram a chegada do homem à Lua, ela trouxe um medo crescente em relação ao surgimento de uma terceira guerra mundial, e à criação de armas com poder de destruição em massa, como bombas nucleares.

A Guerra Fria se estendeu por algumas décadas, com início logo após ao fim da Segunda Guerra Mundial e fim em apenas em 1972.

Atualizado em: 04/10/2018 na categoria: História Geral