O que é Adjetivo? Exemplos, Classificação e suas Flexões

Já se perguntou algulasses de palavras que flexiona-se em gênero, número e grau e são responsáveis por caracterizar um outro termo, seja ele um pronome, subjetivo ou outro palavra. Os adjetivos nunca vão estar sozinhos porque muitas vezes sozinhos eles podem mudar o contexto da frase.

Exemplos de Adjetivo

  • Bonito
  • Feio
  • Simples
  • Grosso
  • Esforçado
  • Corajosa
  • Determinado

Classificação dos Adjetivos

Os adjetivos podem ser simples (apresentam um radical), composto (mais de um radical), primitivos (quando formam outras palavras) e derivados (quando existem a partir de outras palavras). Confira abaixo alguns exemplos:

Adjetivo simples: Brasileiro; magro; triste; feliz; legal; carinhoso; inteligente.
Adjetivo composto: Luso-brasileiro; Castanho-Escuro; Rosa-Claro;
Adjetivo primitivo: Puro; magro; belo; bom; verde; azul.
Adjetivo derivado: Pureza; Magreza; Beleza; Bondoso; Verdeado; Azulado.

Flexão de gênero:

Existem adjetivos que serão usados tanto para acompanhar substantivos masculinos quanto femininos, sendo eles classificados como uniformes e biformes. Uniformes são aqueles que só possui uma só forma para indicar o gênero, ou seja, não há masculino e feminino.

Enquanto os biformes, são adjetivos que são flexionados quanto ao gênero, ou seja, eles têm duas formas, uma para o masculino e outra para o feminino. Confira exemplos abaixo:

Adjetivos uniformes: frágil, ruim, exemplar, inteligente.
Adjetivos biformes: estranho, ativo, belo, alto, divertido, chato.

Flexão de Número

O adjetivo simples concorda com o substantivo em número, entretanto, se for um adjetivo composto por dois adjetivos, apenas o segundo elemento vai para o plural. No entanto, se for composto por um adjetivo e um substantivo, e este for o segundo elemento, não haverá variação de número. Exemplos abaixo:

Político corrupto./ Políticos corruptos (simples)
Clínica médico-dentária./ Clínica médico-dentárias. (compostos)
Uniforme amarelo-canário. / Uniformes amarelo-canário. (compostos em que o segundo elemento)

Flexão de Grau

Os adjetivos também podem caracterizar o substantivo de maneira que possam imprimir intensidade às características do substantivo. Eles podem ser:

Comparativo

No grau comparativo, a mesma característica é atribuída a dois ou mais seres, portanto o comparativo pode ser de igualdade, superioridade e inferioridade.

Exemplo: Comparativo de igualdade: Maria Luiza é tão inteligente quanto João.
Exemplo: Comparativo de superioridade: Maria Luiza é mais inteligente que João.
Exemplo: Comparativo de inferioridade: Maria Luiza é menos inteligente que João.

Superlativo

Aqui não há comparação entre os seres, a característica dada pelo adjetivo é absoluta ou relativa, ou seja, algo ou alguém se destaca na multidão.

Superlativo relativo:

Neste caso, o adjetivo é atribuído a um ser que possui uma característica que o destaca em relação a todos os outros. Esta pode ser de superioridade ou de inferioridade.

Exemplo: Eu sou a mais exigente da minha turma. (superioridade)
Exemplo: Você é a menos atenta da classe. (inferioridade)

Superlativo absoluto:

Aqui as características serão destacadas com uma característica extra: a ideia de excesso. Quando utiliza um advérbio é chamado de analítico, quando usa um sufixo, de sintético.

Exemplo: Você é muito chato! (analítico)
Exemplo: Você é chatíssimo. (sintético)

Adjetivos pátrios

Existem adjetivos pátrios que são usados para indicar nacionalidade ou origem, para isso, referem-se a cidades, países e estados. Confira os exemplos abaixo:

  • Acreano – do estado do Acre.
  • Alagoano – do estado de Alagoas.
  • Goiano – do estado de Goiás.
  • Baiano – do estado da Bahia.
  • Carioca – da cidade do Rio de Janeiro.
  • Goianiense – da cidade de Goiânia.

Atualizado em: 06/01/2021 na categoria: Português