Paleolítico: Características, Significado, Alimentação…

O Paleolítico é o primeiro e mais longo período da pré-história, dividido em Paleolítico inferior, médio e superior. A pré-história divide-se em Idade da Pedra, do Bronze e do Ferro. Paleolítico ou Idade da Pedra Lascada e Neolítico ou Idade da Pedra Polida fazem parte da Idade da Pedra.

Período Paleolítico – Idade da Pedra Lascada

O Período Paleolítico é o primeiro e o mais extenso período que conhecemos da história da humanidade. É nele que surgem os primeiros hominídeos antepassados do homem moderno. Essa época começou há cerca de 2,5 milhões de anos a.C. e terminou há cerca de dez mil anos, quando houve a Revolução Neolítica.

Paleolítico Inferior, Médio e Superior

O Paleolítico ou Idade da Pedra Lascada se dividiu em três etapas: inferior, médio e superior. Seu desenvolvimento está ligado às quatro fases da Era Glacial, separadas por intervalos de clima temperado, parecido com o atual, conhecidos como eras interglaciais.

Paleolítico Inferior

Foi nesse período, provavelmente na África, que surgiram as primeiras espécies de hominídeos que viviam a céu aberto. Os hominídeos que viveram nesta época foram os:

  • Australopithecus;
  • Homo habilis;
  • Homo erectus.

Instrumentos, ferramentas e objetos eram feitos de osso, madeira, pedra e marfim, que eram usados para a preparação dos alimentos, para defesa do grupo e para fazer furos. Objetos cortantes eram feitos com lascas, por isso o nome Idade da Pedra Lascada.

Quanto à sociedade, os hominídios da época já eram dotados de alguma organização social, incluindo a importância da família. Eram povos nômades e já dominavam o fogo.

Paleolítico Médio

homem-de-neanderthal

O paleolítico médio é o período mais curto do paleolítico que aconteceu entre 200 mil a 30 mil anos a.C.. O homem de Neanderthal eram quem vivia nesta época, na região da Europa, dominando as técnicas de talhe.

Paleolítico Superior

homem-de-cro-magnon

Foi no Paleolítico Superior que os humanos passaram a habitar em cavernas, devido ao resfriamento promovido pela quarta glaciação no planeta, o que deixou o norte da Europa coberto de gelo. O homem de Cro-Magnon surgiu nesta época, já considerado o humano moderno propriamente dito, com habilidades para caçar grandes animais, como o mamute, utilizando armadilhas rasteiras.

Características Gerais dos Homens do Período Paleolítico

Os homens paleolíticos, ou hominídios, os grupos dos seres pré-históricos que se assemelhavam ao Homem atual, eram, em essência, nômades, caçadores/coletores, ou seja, não produziam seus alimentos. Coletavam frutos, grãos e raízes, pescavam e caçavam animais.

Instrumentos e Ferramentas

Os instrumentos e ferramentas do paleolítico eram feitos de pedra, madeira ou ossos. A técnica utilizada para fabricar esses instrumentos era a de bater na pedra de maneira a lhe dar a forma adequada para cortar, raspar ou furar.

Os principais instrumentos foram os machados de mão, pontas de flecha, pequenas lanças, arpões, anzóis e, mais tarde, agulhas de osso, arcos e flechas.

Neste período introduziram cerimônias religiosas, aperfeiçoaram a arte, o artesanato, passaram a construir casas e abrigos, a fazer agasalhos, descobriram o fogo e inventaram os meios de comunicação e transporte.

Habitação

Os homens do Paleolítico viviam de uma maneira muito primitiva, em grupos nômades, ou seja, se deslocavam constantemente de região para região em busca de alimentos. Habitavam cavernas, copas de árvores, saliências rochosas ou tendas feitas de galhos e cobertas de folhas ou de pele de animais.

Religião


O homem divinizava as forças da natureza, acreditavam na vida após a morte, enterravam seus mortos debaixo de grandes lajes de pedra suspensas, de nome sambaqui, com suas roupas, armas, enfeites e oferendas. Também adoravam deusas que representavam a fecundidade, pois uma das principais preocupações do homem primitivo era a conservação da espécie humana.

Vestuário

As roupas eram feitas de pele de animais, as mulheres faziam as vestimentas que eram coloridas e tinham vários enfeites. Elas limpavam e curtiam essas peles até deixá-las bem macias. Usavam agulha de osso e fios de costura eram tendões, tripas secas ou tirinhas de couro. Também faziam joias e adornos feitos de âmbar, marfim e conchas.

Organização Social

No início do paleolítico a organização social se baseava em pequenos grupos humanos e unidos por laços familiares. Com o passar do tempo a vida em grupo evoluiu e começaram a se organizar socialmente. Havia uma divisão simples do trabalho de acordo com idade e o sexo, onde as mulheres cuidavam das crianças e juntamente com elas eram responsáveis pelas coletas de frutos e raízes.

Os homens caçavam, pescavam e defendiam o território, realizando as tarefas em grupo sempre. Neste período, acreditam os estudiosos, existia algum tipo de hierarquia que distribuía o trabalho. Tudo que caçavam, pescavam ou coletavam eram divididos entre eles.

Desenvolvimento da Linguagem

O progresso cultural do homem é expresso pela comunicação e pela vida em sociedade. A linguagem era necessária para a convivência em grupo. A linguagem do homem paleolítico se baseava no início em gestos, sinais e desenhos e, mais tarde, pela voz.

Pinturas Rupestres

pinturas-rupestres

Pinturas rupestres são pinturas e desenhos registrados no interior de cavernas, abrigos rochosos ou mesmo ao ar livre. São artes do período paleolítico, também chamadas de arte parietal, e existem no mundo todo, apesar de serem mais abundantes na Europa. No Brasil, há vestígios de arte rupestre em Florianópolis, Santa Catarina, Bahia e Piauí.

As pinturas geralmente representavam figuras de animais como cavalos, mamutes e bisontes, e figuras humanas onde representavam a caça, danças, rituais ou guerreiros. As pinturas eram executadas a dedo, com o buril, com um pincel de pelo ou pena, ou ainda com almofadas feitas de musgo ou folhas. Eram utilizados materiais corantes minerais nas cores ocre-amarelo, ocre-vermelho e negro. Sempre utilizavam pigmentos de cores naturais.

Tentavam obter terceira dimensão, aproveitando os acidentes naturais do teto e da parede das cavernas e também aplicando linhas de sombreado e braços de diferentes grossuras. Além das pinturas rupestres, a arte paleolítica também fazia esculturas em marfim, osso, pedra e argila. Essas esculturas representavam as “Vênus” primitivas, que eram figuras femininas, e também animais.

Como Ocorreu a Descoberta do Fogo?


descoberta-do-fogo

Uma descoberta muito importante do período paleolítico foi o fogo. O homem primitivo observou, inicialmente, o fogo surgindo de maneira espontânea. Aos poucos perderam o medo e começaram s utilizá-lo de vez em quando e de maneira desorganizada, como fonte de iluminação e aquecimento.

Para isto foi necessário descobrir como mantê-lo aceso. Isso resultou, provavelmente, da observação de que brasas resultantes da queima natural da madeira podiam ser realizadas pela ação do vento, ou pelo sopro, fazendo a chama reaparecer.

A etapa seguinte era produzir o fogo. Talvez, novamente pela observação, eles notaram que o fogo aumentava pelo aquecimento de galhos ou folhas secas. Isso indicava que a chama poderia ser iniciada com temperaturas elevadas. Desta forma, descobriram que o atrito entre dois pedaços de madeira seca aumentava a temperatura e produzia a chama, que podia ser ativada pelo sopro.

Através da observação, os homens primitivos também encontraram outra maneira de produzir fogo. Observaram que o choque produzido entre duas pedras produzia faíscas, e que se colocassem folhas e galhos secos próximos dessas faíscas conseguiam fogo. Depois que o homem descobriu sua utilidade e como acendê-lo, passou a assar a carne e a cozinhar vegetais, junto ao fogo se reuniam, descansavam e se protegiam do frio e dos ataques de animais ferozes.

Importância das Pinturas Rupestres e da descoberta do fogo para o homem

Foi através das pinturas rupestres que os arqueólogos puderam estudar vários aspectos dos seres humanos dessa época e como viviam, o que faziam, do que se alimentavam e, principalmente, a localização das regiões onde habitavam.

A arte rupestre, segundo hipóteses levantadas pelos arqueólogos, era uma das maneiras que eles usavam para se comunicar uns com os outros.

A descoberta do fogo foi um importante passo para a evolução do homem, pois ele conseguiu desenvolvê-lo, controlá-lo e usá-lo em favor de sua sobrevivência e conforto.


Mais Sobre esse Assunto: