Bactérias patogênicas

As bactérias que causam doenças infecciosas são chamadas de patogênicas. Como exemplo temos: tuberculose, pneumonia, hanseníase, febre tifoide, tétano, cólera, leptospirose, peste bubônica, sífilis, coqueluche, erisipela, escarlatina e meningite.

Vejamos agora alguns sintomas mais marcantes de cada uma dessas doenças:

Tuberculose

É uma doença grave que atinge principalmente os pulmões, mas pode atacar vários outros órgãos. É causada pelo bacilo de Koch. A transmissão se dá de uma pessoa doente para uma pessoa sadia, através da saliva ou de objetos de uso pessoal contaminados.

A tuberculose pulmonar causa tosse, dificuldades para respirar e hemorragias nos pulmões. É uma doença mortal quando não tratada.

Pode ser controlada por meio de:

  • Vacina BCG, ministrada às crianças quando nascem;
  • Teste tuberculínico (Mantoux);
  • Radiografia dos pulmões;
  • Tratamento dos doentes por meio de remédios, repouso e boa alimentação.

Pneumonia

É outra doença que ataca os pulmões causada por um Diploccocus pneumoniae (diplococo). Caracteriza- se por dores nas costas, dificuldades para respirar e febre. Gripes e resfriados predispõem as pessoas à doença. Embora a pneumonia seja uma doença muito grave, seu tratamento com antibióticos é eficaz.

Leptospirose

É causada por uma bactéria que é transmitida pela urina do rato. É comum depois das enchentes porque a urina contaminada mistura-se à água. As pessoas que têm algum ferimento na pele e entram em contato com essa água se contaminam. A leptospirose afeta todos os órgãos, produzindo hemorragias e comprometendo principalmente o fígado e os rins. É uma doença grave e mortal e os doentes sobrevivem quando rapidamente tratados. Pode ser evitada pelo combate aos ratos e pelo cuidado com a água das enchentes.

Lepra ou Hanseníase

É causada por uma bactéria chamada Mycobacterium Ieprae. Existem três tipos desta doença:

  • “Virshumiana” é a única contagiosa (50% dos casos);
  • “Tuberculóide” não é transmissível;
  • “Inicial” não é contagiosa..

O primeiro sintoma dessa doença é o aparecimento de manchas claras ou avermelhadas na pele, espalhadas pelo corpo. As regiões afetadas tornam-se insensíveis à dor, ao calor e ao frio, O contágio se dá pelo contato direto com as feridas ou através de gotículas de saliva. A hanseníase é uma doença curável, desde que seja descoberta no início, por isso é importante procurar o médico diante da menor suspeita.

Febre Tifoide

É causada por um bacilo e provoca febre elevada, diarreia, dores e cansaço. A bactéria é transmitida por moscas, água e alimentos contaminados. Para evitar a doença, portanto, é necessário lavar e cobrir bem os alimentos, manter os lixos tampados, beber água filtrada e tomar vacina, quando isso for recomendado pelas autoridades de saúde da região.

Tétano

É provocado por um bacilo muito resistente que vive durante muitos anos no solo. A transmissão pode ocorrer quando as pessoas se ferem com cacos de vidros, latas velhas, pregos e arames farpados abandonados na terra. Penetrando pelo ferimento, a bactéria cai na corrente sanguínea, atingindo os órgãos do sistema nervoso, provocando contrações violentas e dolorosas, rigidez na nuca e cansaço extremo. Se não for tratado, pode levar à morte.

A prevenção é feita por vacina tríplice em três doses e o soro antitetânico aplicado em indivíduos que não foram vacinados e sofreram ferimentos profundos.

Cólera

É causada por uma bactéria chamada Vibrio cholerae. Esse vibrião aloja-se nas paredes do intestino delgado, onde libera toxinas que penetram nas células do intestino. As células intestinais não são destruídas, mas sim, envenenadas. Numa atitude de defesa, essas células passam a lançar para fora grande quantidade de água e sais minerais. É isso que dá origem à diarreia, podendo- se perder até 30 kg de peso em três dias. Por isso, se não houver tratamento imediato, a vítima pode morrer em pouco tempo. Para o tratamento usa-se antibióticos específicos para cólera que só existem nos hospitais.

Meningite

É causada por uma bactéria chamada Neisseria meningitis, que se instala nas membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal. Os sintomas são: febre alta, dores de cabeça, rigidez na nuca, etc. Essas bactérias penetram no organismo através do nariz e da boca. A prevenção é feita por meio de vacina e o tratamento exige o emprego de antibióticos em hospitais e isolamento do paciente.

Coqueluche

Também conhecida como “tosse comprida”, ataca principalmente as vias respiratórias das crianças. Inicia-se com uma coriza, confundindo-se com um simples resfriado. Mais de dez a catorze dias depois ocorrem acessos de tosse seca, que deixam a criança sem fôlego. Quando procura recuperar o fôlego, ela emite um chiado alto e estridente. A bactéria que a causa chama-se Bordetelia pertusis.

É transmitida pelas gotículas das secreções respiratórias da pessoa afetada ou por objetos contaminados. A vacina usada para evitar é a mesma que a do tétano e da difteria e chama-se tríplice.

Estas são as principais doenças causadas pelas bactérias patogênicas.


Mais Sobre esse Assunto: