Propaganda Fascista

Propaganda Fascista

A propaganda foi talvez a melhor das armas empregadas pelo fascismo para chegar ao poder. Primeiramente, porque dispunha do dinheiro do grande capital, o que lhe permitia fazer uso dos melhores meios e equipamentos de comunicação.

Além disso, o fascismo soube utilizar habilmente esses meios para transformar a defesa que fazia do grande capital em um anticapitalismo inofensivo, conquistando assim amplas camadas da população. A habilidade propagandística do fascismo vem de sua própria concepção de povo, de massa.

Mais Sobre esse Assunto:

Para o fascismo, as massas eram incapazes de compreender as ideias abstratas, só conheciam os sentimentos simples e extremados e eram incapazes de ter opiniões próprias. As opiniões lhes deveriam ser impostas e seus sentimentos manipulados por meio de imagens e ideias simples, que lhes despertassem um fanatismo dinâmico e um histerismo autêntico.

Hitler afirmava que a maior mentira, dita em frases curtas e repetida sempre, transformava-se na maior verdade.

Mais bem elaborada na Alemanha, a propaganda do fascismo baseou-se nessa concepção de povo e procurou despertar seus mais baixos instintos. Mussolini conquistou grandes massas através de modernos meios de comunicação, além do emprego maciço de símbolos visuais, da utilização predominante do discurso oral sobre os impressos, dos grandes comícios organizados como se fossem grandes espetáculos e dos desfiles uniformizados, que atraíam milhares de pessoas e provocavam histeria coletiva.


Atualizado em: 20/08/2018 na categoria: História Geral