Agricultura comercial moderna

Muitos países subdesenvolvidos, como Brasil, Índia e México, têm atraído cada vez mais as atenções de grupos empresariais estrangeiros, interessados em conquistar o grande e crescente mercado consumidor urbano local. Para atendê-lo, essas poderosas empresas transnacionais investem cada vez mais em setores da economia ligados às atividades agrícolas, criando uma agroindústria nesses países e a agricultura comercial moderna.

A instalação da agroindústria nesses países subdesenvolvidos levou a uma acentuada especialização da produção e da comercialização dos cultivos, que passou a utilizar recursos técnicos e financeiros monopolizados por grandes grupos econômicos. Esses, por sua vez, são atraídos por uma grande disponibilidade de terras férteis e baratas.

Nessas terras, surge uma agricultura comercial moderna que se diferencia das tradicionais plantations por atender a esse promissor mercado interno. Além disso, produzem excedentes, que são beneficiados e dirigidos para alguns exigentes mercados situados em países desenvolvidos, como a UE e os Estados Unidos.

Faça um comentário!