Atividades sobre Consciência Negra

Anualmente, sempre no dia 20 de Novembro, comemoramos o Dia da Consciência Negra, data que marca a importância da população negra para a construção de sociedade ao mesmo tempo em que nos permitir debater questões sérias como o racismo.

Para tornar isso possível em sala de aula, organizamos abaixo Atividades sobre Consciência Negra, além de maiores informações sobre o dia e o estudo acerca dele. Para que possa entender melhor, siga conferindo:

O que trabalhar com o tema Consciência Negra?

Existem muitas formas de falar sobre a temática dessa data no ambiente escolar, inclusive para além das atividades impressas, já que ao final desse post já poderá conferir as mesmas, que estão prontas para imprimir.

Dessa forma, algumas sugestões para tornar o tema interessante para a turma sem deixar de lado a importância do assunto, algumas sugestões são as seguintes:

  • Interpretação de contos africanos;
  • Apresentação de peças teatrais;
  • Oficina de práticas como a capoeira;
  • Exibição de filmes sobre o tema;
  • Confecção de cartazes para expor nos corredores da escola.

Vale ressaltar que essas são apenas alguns ideias que poderá utilizar para, de maneira lúdica, trabalhar sobre a Consciência negra mesmo com turmas da educação infantil.

Objetivos de falar sobre o Dia da Consciência Negra

Existem muitos objetivos a serem alcançados em trabalhar a data, incluindo levar o conhecimento sobre questões como o racismo e a desigualdade, expondo o contexto histórico que foi vivido pelos negros no Brasil, perpetuando questões que seguem sendo muito atuais.

Ao tratar do tema, se faz possível estabelecer uma ótica mais respeitosa de uns para com os outros, levando conscientização para a forma com a qual cada um pensa na questão, que é um problema de todos.

Atividades sobre Consciência Negra

1. Para gerar debates acerca do tema, uma boa opção é investir na interpretação textual. Mas se atente para escolher textos com linguagem simples, que possa facilmente ser utilizado nas atividades.

2. Além de interpretar os textos, é possível propor exercícios como esse onde os alunos devem produzir uma redação, expondo suas opiniões de acordo com o tema.

3. Propor pesquisas é uma forma de fazer com que os alunos possam interagir com o assunto de forma mais ampla, incentivando o conhecimento acerca de produções que não são vistas com tanta facilidade.

4. Ainda pensando em opções de pesquisa, há essa atividade onde cada aluno deve escolher uma pessoa negra sobre a qual falar. É interessante que toda a turma possa compartilhar qual foi sua escolha posteriormente.

5. Pensando em crianças que ainda não foram alfabetizadas, modelos mais simples como esse que é voltado para a pintura podem ser uma boa ideia. Para explicar melhor, o professor pode fazer uma introdução sobre o tema antes da entrega da atividade.

6. Ao falarmos sobre o Dia da Consciência negra, é importante citar aspectos da cultura afro-brasileira, inclusive com uma visão crítica sobre a realidade vivida pelas pessoas negras.

7. Caso esteja buscando por algo mais lúdico, pode encontrar nos jogos um excelente suporte pedagógico. Exemplo disso é o caça-palavras, que tende a motivar bastante os alunos.

8. Apostar em atividades lúdicas em momentos como essa é uma boa maneira de conseguir falar sobre o tema mesmo com as crianças mais novas, gerando um maior interesse por parte delas.

9. Nesse sentido, pode apostar até mesmo no uso de atividades sensoriais, que além de serem importantes diante da temática em si, também trabalham aspectos como a coordenação motora.

10. E é claro, pode acabar mais de uma entre essas atividades, criando momentos múltiplos para falar sobre o tema e demonstrando assim o quanto ele é importante.

 

Atualizado em: 02/02/2024 na categoria: Atividades