» » A formação dos Estados Unidos e as suas 13 colônias

A formação dos Estados Unidos e as suas 13 colônias

Querendo saber sobre a formação dos Estados Unidos e as suas 13 colônias? Veja os detalhes desta história.

Hoje em dia, uma das maiores potências econômica, política e bélica, os Estados Unidos da América se compõem por cinquenta estados e um distrito federal. Mas, antes do ápice contemporâneo que vive, atualmente, as fundições do país vieram do mar, em caravelas inglesas.

Nelas, estavam peregrinos que fugiam da perseguição religiosa de seu país e partiram em busca de descobrimento, exploração e colonização. Em pouco tempo, o litoral atlântico já somava treze colônias: Carolina do Norte, Carolina do Sul, Geórgia Connecticut, Delaware, Geórgia, Maryland, Massachusetts, Nova Hampshine, Nova Jersey, New York, Pensilvânia, Rhode Island e Virgínia.

No período de colonização, ficou evidente uma linha que separava norte do sul. O primeiro se limitava à pesca, caça e exploração de madeira. O segundo explorava o tráfico de escravos oriundos da África, que faziam a renda dos fazendeiros. Isso segregou, aos poucos, o país.

Mais Sobre esse Assunto:

O sucesso de cada colônia, individualmente, fez com que o coletivo visse no país a oportunidade de independência. Assim, criou-se os Estados Unidos, que se emancipou da coroa inglesa.

Nos anos seguintes, o sul, composto por quatro estados e o Texas, decidiram criar um novo país, algo prontamente rejeitado pelas forças do norte, que iniciaram um conflito longo e sangrento: a Guerra Civil.

Mais sobre a formação dos Estados Unidos

As múltiplas desavenças entre norte e sul culminaram em batalhas que se encerraram, posteriormente. Com o tempo, os discursos foram se intercalando em nome de um país sólido e unido. O resultado disso, entre outras coisas, foi o Destino Manifesto, que expunha a ideia de que o povo norte-americano era o eleito por Deus para civilizar a América. Isso ocorreu por volta de 1840.

Por fim, surgiu a Doutrina Monroe, que consolidou o país como nunca a partir de três princípios: o continente americano não pode ser recolonizado; a não-intervenção dos países europeus na América; e a não-intervenção dos Estados Unidos nos assuntos da Europa, finalizando a formação dos Estados Unidos.


Atualizado em: 20/08/2018 na categoria: História Geral