» » Revoltas do Período Regencial

Revoltas do Período Regencial

As Revoltas do Período Regencial, também chamadas de Revoltas Regenciais, foram revoltas e rebeliões que aconteceram no Brasil durante o Período Regencial, que durou de 1831 a 1840.

Essas revoltas surgiram em contextos muito diferentes, com motivações regionais muito fortes, mas acredita-se que foram deflagradas, principalmente, devido à instabilidade política instalada no Brasil após a renúncia de D. Pedro I.

Dessa forma, o país perdeu sua unidade e, movido pelas difíceis condições de vida e pelas injustiças sociais, o povo se rebelou de formas diferentes país afora.

Principais Revoltas do Período Regencial

Cabanagem

A Cabanagem foi uma Revolta Regencial que aconteceu no Pará, de 1835 a 1840. Ela foi formada principalmente por negros e indígenas insatisfeitos com a sua situação, entregue à uma pequena minoria branca.

Essa Revolta chegou a declarar a independência do Pará do resto do país, mas sem muito direcionamento para o governo do estado. Os revoltosos defendiam o Pará e a Liberdade, mas foram derrotados pelas tropas legalistas.

Sabinada

A Sabinada, revolta ocorrida na Bahia de 1837 a 1838, teve sede em Salvador. Ela recebeu esse nome em homenagem ao seu líder, Sabino Barroso. Ao contrário da Cabanagem, essa revolta era apoiada pela classe média e pelos comerciantes locais, que possuíam ideais republicanos.

A proposta era libertar apenas os escravos nacionais, aqueles nascidos no Brasil, que tivessem lutado na revolta, caso ela fosse vitoriosa. No entanto, em uma batalha sangrenta, o governo saiu vitorioso, recuperando o controle de Salvador.

Balaiada

Mais uma revolta no Nordeste, a Balaiada teve lugar de 1838 a 1840 no Maranhão. Ela foi uma disputa entre as classes altas da região, nascida de interesses pessoais, porém com envolvimento dos escravos locais, mas com pouco foco político e social. Os revoltosos defendiam o Império, a Igreja e a Constituição, e foram rapidamente vencidos e debandados pelas tropas governamentais.

Revolta do Malês

Outra revolta baiana, a Revolta dos Malês aconteceu em 1835, liderada principalmente pelos Nagôs. Ela durou menos de um dia, mas representa de forma importante o envolvimento dos escravos do país nas revoltas regenciais.

Revolução Farroupilha ou Guerra dos Farrapos

A famosa Guerra dos Farrapos foi a revolta mais longa do período regencial, tendo durado dez anos, de 1835 a 1845.

Ela teve início após o aumento de impostos na região, associadas a exigências de mudanças políticas. Ela era liderada por Bento Gonçalves, que proclamou a República Rio-Grandense em 1835. Logo em seguida, Giuseppe Garibaldi proclamou a República Juliana em Santa Catarina.

Ela foi a revolta mais importante do período regencial, tendo sido resolvida apenas após o mesmo, no segundo reinado.

Atualizado em: 23/07/2018 na categoria: Historia do Brasil