» » Sustentabilidade Empresarial

Sustentabilidade Empresarial

A sustentabilidade empresarial é o conjunto de medidas tomadas por uma empresa para conseguir lucro e, ao mesmo tempo, preservar o meio ambiente e trazer benefícios à sociedade.

A preocupação com o meio ambiente chegou também às corporações, por meio desse conceito que, inclusive, se tornou uma vantagem competitiva.

Para uma empresa, é bastante importante desenvolver o conceito de sustentabilidade em suas produções, no entanto, isso não deve se concentrar apenas em propagandas visando o marketing positivo que vem com a “onda sustentável” que está atingindo os mercados.

Com o passar dos anos, os consumidores têm se atentado para as questões ambientais e também para os danos que as empresas causam ao meio ambiente e a sociedade em geral. Cada vez mais pessoas começam a pesquisar sobre o histórico das empresas que lhes fornecem produtos, e as vezes isso nem se torna necessário, pois a mídia divulga essas informações ricas em dados, gráficos e estatísticas.

Questões como trabalho escravo ou mal remunerado também entram nesse conceito e trazem uma péssima imagem à empresa, afugentando investidores e clientes.

Benefícios e Práticas para a Sustentabilidade Empresarial

Dentre os benefícios da sustentabilidade empresarial, está a economia devido à redução nos gastos de produção através da reciclagem, reutilização da água, economia de energia elétrica e reaproveitamento de sobras de matéria prima.

Outro benefício é a valorização da bolsa de valores, pois cada vez mais investidores têm se interessado por empresas que trabalham com sustentabilidade.

Algumas sugestões de práticas sustentáveis para sua empresa são:

  • Sistemas de reaproveitamento de água;
  • Reciclagem de lixo sólido;
  • Racionamento de água e energia elétrica;
  • Preferência pelo uso de fontes de energias renováveis;
  • Não jogar resíduos tóxicos ou lixo em rios ou lagos;
  • Não poluir o solo;
  • Investir na comunidade na qual a empresa está inserida;
  • Uso de materiais recicláveis para produção;
  • Preferência por práticas de produção que sejam seguras para os funcionários;
  • Não utilizar, em hipótese alguma, de mão-de-obra escrava, semi escrava ou infantil;
  • Uso de materiais biodegradáveis para produção.

Responsabilidade social corporativa

No mundo das organizações, a sustentabilidade está intimamente ligada à responsabilidade social corporativa (RSC), que é quando, voluntariamente, as empresas decidem colaborar, de forma ética, para uma sociedade mais justa e um planeta mais limpo.

Tripé da sustentabilidade (Triple bottom line)

Esse modelo, elaborado pelo consultor britânico John Elkington, indica a existência de três elementos fundamentais quando se pensa a sustentabilidade empresarial: social (pessoas), ambiental (planeta) e financeiro (lucro).

Assim, deve haver uma busca pelo equilíbrio entre essas três dimensões, nas atividades das corporações. Isso demonstra que as organizações estão preocupadas em manter o desenvolvimento sustentável, colaborando para que as futuras gerações tenham condições mínimas de existência.

Como aplicar a sustentabilidade nas empresas

Oferecer salários justos, seguir as leis trabalhistas, preocupar-se com o bem-estar dos funcionários, ter uma postura ética, evitando envolver-se em práticas de corrupção, realizar ações para diminuir o impacto ecológico de suas atividades, reaproveitar matéria-prima e ter medidas de compensação são algumas das possibilidades de aplicar esse conceito nas organizações.

Para dar um retorno à sociedade, geralmente são apresentados relatórios de sustentabilidade corporativos, com um balanço dos resultados da companhia em cada um desses campos.

Além disso, é fundamental evitar cair no chamado “greenwashing”, quando as ações ambientais têm apenas um caráter de marketing. Assim, é necessário que as iniciativas sustentáveis sejam realmente verdadeiras e não carreguem paradoxos (como uma gasolina “verde”, sendo que o combustível é fóssil e não-renovável).

Atualizado em: 04/04/2019 na categoria: História Geral