Barroco e Arcadismo

Entenda detalhes do Barroco e Arcadismo e saiba como são suas características.

Diferentes, ainda que similares, já que o segundo veio para contrapor o primeiro, o Barroco e o Arcadismo são movimentos artísticos que com inspirações europeias e tiveram grande destaque na veia artística brasileira.

Para compreender o que significa cada um, é preciso dividi-los e estudá-los individualmente, para que seja possível chegar a uma conclusão satisfatória sobre seus objetivos.

Barroco

O Barroco nasceu na Itália do século XVII, interferindo na música, na literatura e no teatro. Representa uma contraposição entre o sagrado e o profano, já que seu contexto histórico era marcado pelas contradições do Renascimento.

O teocentrismo característico da Idade Média era enfrentado pelo antropocentrismo proposto pelas Reformas, pregavam, acima de tudo, o racionalismo. As obras de arte eram cheias de detalhes que expressavam as emoções da vida e do ser humano.

Era guiado pela emoção, tendo liberdade de criação, sem se apegar a padrões e regras. Toda a inspiração vinha do âmbito popular, do realismo e, principalmente, do corte predominantemente vertical.

No período do Barroco, muito se construiu. A arquitetura ganhou traços mais artísticos, bem como a escultura, que foi mais um ponto forte dessa época.  Detalhes foram amplamente valorizados, com entalhes em todos os lugares, bem como o uso desmedido do ouro na decoração.

Principais Autores e Obras

  • Gregório de Matos – Buscando a Cristo
  • Padre Antônio Vieira – Sermão de Santo Antônio aos Peixes
  • Bento Teixeira Pinto – Relações de um Naufrágio
  • Manuel Botelho de Oliveira – Mal Amigo

Arcadismo


Nascido na Europa do século XVIII, o Arcadismo é uma escola literária que se refere diretamente à Arcádia, uma região erma grega do Peloponeso onde acredita-se ser o ideal da inspiração poética. O Arcadismo chegou ao Brasil já na metade do mesmo século.

Com o intuito de contrapor o que o Barroco havia criado, nos últimos anos, o Arcadismo se baseava no rococó – um estilo que surgiu nos meados entre o Barroco e o Arcadismo –, que durou quase meio século expondo seu padrão artístico não apenas no Brasil, mas nas Américas espanhola e portuguesa.

O rococó vinha como contraposição aos exageros do Barroco, com ornamentações suaves e luminosas com linhas leves e delicadas. O rococó prezava elementos da natureza, como pássaros, flores delicadas, plantas, rochas e cascatas. Era uma arte sem influências religiosas (exceto no Brasil), pois representava temas relacionados às relações humanas e à vida cotidiana da aristocracia. 

Outra característica do Arcadismo é o predomínio da razão, diferentemente da emotiva expressão barroca. O Arcadismo sedara preferência aos fatos científicos, baseados na razão e do conhecimento. O racional e a beleza eram paralelos que caminhavam em harmonia.

Na literatura, o Barroco era marcado pelo pessimismo, hipérboles, metáforas, antíteses, sinestesias e paradoxos, além de uma linguagem rica, obscura e rebuscada.

Principais Autores e Obras

  • Cláudio Manuel da Costa – Vila Rica
  • Tomás Antônio Gonzaga – Marília de Dirceu
  • José Inácio de Alvarenga Peixoto – Bárbara Heliodora
  • Frei José de Santa Rita Durão – Caramuru
  • Basílio da Gama – O Uraguai

Mais Sobre esse Assunto: