» » Intemperismo e Erosão

Intemperismo e Erosão

Através da combinação das ações do intemperismo e da erosão é que a superfície da terra é moldada e transformada com o passar dos anos.

Intemperismo é o processo pelo qual as rochas são degradadas e quebradas em partículas menores. Ele pode ser mecânico, químico, ou biológico, dependendo do agente que o está causando.

Já a erosão é a ação de processos naturais ou do homem nas superfícies da terra, que remove a porção superficial do solo, e então deposita os sedimentos em outros locais, mudando a conformação da superfície da terra e moldando rochas e dunas.

O que o intemperismo tem a ver com a erosão?

Ambos os processos são os responsáveis pelas mudanças nas paisagens que vemos acontecer ao longo do tempo, e pelo fato de a terra não ser a mesma desde a sua origem.

Enquanto, através do intemperismo, as rochas são transformadas em sedimentos, ou seja, pedaços menores, a erosão é responsável por carregar esses sedimentos para outros locais.

A erosão pode ser causada pela água, em suas diversas formas, pelo vento e pela gravidade.

A água é responsável pela maior parte das erosões no nosso planeta, e é capaz de mover sedimentos criados pelo intemperismo de diversos tamanhos, enquanto o vento carrega partículas menores e mais leves.

Se não fossem os processos de intemperismo e erosão, as montanhas e morros criados pelos movimentos das placas tectônicas iriam existir para sempre. No entanto, não é o que de fato observamos na natureza.

Não conseguimos ver essas forças atuando, pois elas demoram anos para realizar suas transformações, mas o intemperismo, juntamente com a erosão, modifica nossas paisagens, transformando montanhas enormes em planícies, e transformando o planeta onde vivemos ao longo do tempo.

Atualizado em: 24/07/2018 na categoria: Geografia Geral