» » Fascismo no Brasil – Influências Até os Dias Atuais

Fascismo no Brasil – Influências Até os Dias Atuais

O fascismo no Brasil não foi marcado por nenhum governo fascista, porém não faltam exemplos de governos onde os ideais fascistas serviram de impulso às classes dominantes de direita para perseguir as pessoas e partidos comunistas. Durante os governos do “Estado Novo (1937 – 1945) e do Regime Militar (1964 – 1985), os ideais fascistas estavam presentes, como é o caso da censura.

O Fascismo é um regime político de direita, anticomunista, autoritário, totalitarista e fortemente nacionalista. Suas ideias defendem o sistema capitalista e suas propagandas exaltam o movimento.

Leia também:

Influências do Fascismo no Brasil

O Brasil teve partidos e grupos com viés fascista, como a Ação Integralista Brasileira (AIB), o único a realmente produzir e difundir ideais fascistas para mobilizar a população e que chegou a ter o impressionante número de mais de um milhão de filiados em 1930, o Movimento Anti-Comunista (MAC), que era ativo antes mesmo do golpe de 64, e o Comando de Caça aos Comunistas (CCC), no fim dos anos 60.

Fascismo no Brasil atual

Uma das principais características do fascismo era o discurso de ódio aos partidos de esquerda, aos comunistas. A ascensão de movimentos e iniciativas que expressam ideias de superioridade de partidos de direita contra os de esquerda ou que buscam persegui-los são marcas do fascismo deixadas na sociedade brasileira.

Embora exista uma onda conservadora no país, aqueles que conhecem, seguem e promovem ideais fascistas são poucos, o que não é razão para não se preocupar.

Atualizado em: 13/06/2018 na categoria: Historia do Brasil